Alice Bemvenuti comenta: Pré-Conferência de Museus e Memória

  

Prezados Colegas e Companheiros,
 
Estou retornando da Pré-Conferênia do Setor de Museus e Memória, realizada nos dias 26 a 28 de fevereiro no Rio de Janeiro, no Hotel Guanabara, com novidades.
 
O trabalho foi bonito e parabenizo o IBRAM-MinC pela recepção, organização geral e condução de todo o trabalho, que envolveu de forma coesa o grande grupo de delegados representantes, sem que houvesse esvaziamento dos grupos de trabalho e das plenárias.
 
Primeiramente trabalhamos em GTs sub-divididos pelos eixos:
 
Eixo 1 – Produção Simbólica e Diversidade Cultural
Eixo 2 – Cultura, Cidade e Cidadania
Eixo 3 – Cultura e Desenvolvimento Sustentável
Eixo 4 – Cultura e Economia Criativa
Eixo 5 – Gestão e Institucionalidade da Cultura
 
Nos grupos dos eixos houve uma palestra de abertura com um convidado. No que eu estive presente, eixo de Cultura, Cidade e Cidadania, a convidada era Profa.Dra. Maria Célia Santos(Bahia), que fez uma fala abordando os seguintes aspectos:
 
– Primeiro fez refleções sobre como olhar o Museu e a sua relação com a cidade? O Museu e sua relação com a cidadania? Com o sujeito social?
 
– falou da responsabilidade na construção da cidade, incluindo as ações que vem sendo realizadas dentro do Museu.
 
– deu ênfase a ação de coragem que é necessária para qualificar as nossas práticas (dentros dos Museus) identificando-as como práticas relacionadas ao patrimônio cultural, então destacou a pesquisa como uma ação importante da preservação.
 
– enfatizou a pesquisa e a preservação na relação de apropriação do bem cultural, então disse: “se há pesquisa incluindo o sujeito, se há preservação com ajuda da comunidade…haverá um tipo de comunicação compartilhada, construída e reconstruída na troca com o outro.”
 
A partir deste pensamento destacou que o Museu poderá ter um acervo INSTITUCIONAL e um acervo OPERACIONAL. O acervo institucional que agrupa objetos e coleções… e o acervo operaciona que agrupa um conjunto de patrimônio cultural da região onde se insere o Museu.
 
 Após a fala, houve apresentações de demandas, dificuldades de cada Museu, propostas diversas. Neste grupo que participei foram escolhidos três relatores para realiazar as anotações e propor as sinteses ao grupo. Foram então debatidas e votadas as três propostas que deveriam disputar na Assembléia.
 
Assim, na Assembléia Geral, novamente os delegados votaram as propostas, apresentando nova redação nos textos, ora com supreção, ora com agrupamento de idéias. A defesa das propostas deveria ter como referência o eixo que estava em questão.
 
As 5 propostas votadas de cada eixo estão abaixo, consultem.

Nesta Assembléia também foram apresentadas moções, entre elas apresentei a Moção que levei do Fórum Social Mundial, que requeria o seguinte: Ao Conselho Nacional de Políticas Culturais – CNPC – solicitar uma represetanção, um assento para a educação (representando os seguimentos da arte-educação/ educação com o patrimônio/educação em museus/agenciamento cultural). O CNPC atualmente reune 19 linguagem da cultura, incluindo artes visuais, teatro, etc, mas não há representantes da arte-educação, por exemplo.
 
Concluida essa etapa, passou-se as reuniões pelas Regiões quando então foram apresentadas as candidaturas dos delegados e votados dois delegados por região.
 
Da região Sul eu, Alice Bemvenuti (RS) e Elisabete Tamanini (SC) fomos eleitas para representar o Setor de Museus e Memória na II Conferência Nacional de Cultura.

Também foram apresentadas candidaturas para a lista tríplice para o cargo de representante da sociedade civil no Conselho Nacional de Políticas Publicas – CNPC.
 
Em Assembléia final foram divulgados os 10 delegados eleitos e os 3 nomes mais votados para a lista triplice. 

DELEGADOS

Região Norte

– Renata de Fátima da Costa Maués – PA

– Ana Lúcia Cunha Silva – AC

 Região Nordeste

– Atila Bezerra Tolentino – PB

– Rafael Santa Rosa – SE

 Região Centro-Oeste

– Rafael Duailibi Maldonado – MS

– Henrique de Freitas – GO

 Região Sudeste

– Ronaldo Alves de Oliveira – MG

– Kátia Afonso Silva Loureiro – RJ

 Região Sul

 – Alice Bemvenuti – RS

– Elisabete Tamanini – SC

Estratégias aprovadas:

Eixo 1 – Produção Simbólica e Diversidade Cultural

Assegurar o registro e a valorização da memória dos diferentes grupos sociais,

fortalecendo e garantindo a manutenção dos museus, espaços e centros culturais, com ênfase em comunidades menos favorecidas.

Eixo 2 – Cultura, Cidade e Cidadania

Ampliar, qualificar e melhorar o investimento nos quadros de profissionais da ação educativa e do serviço sociocultural dos museus e demais espaços de memória.

Eixo 3 – Cultura e Desenvolvimento Sustentável

Promover políticas públicas que garantam a gestão museal e o acesso a mecanismos de fomento e financiamento direcionados para a diversidade e o patrimônio cultural, os direitos humanos e a cidadania, integrando a economia, a museologia, a educação, a arte, o turismo e a ciência e tecnologia, visando ao desenvolvimento local e regional, bem como à sustentabilidade cultural e ambiental.

Eixo 4 – Cultura e Economia Criativa

Fomentar a relação museu-comunidade, considerando a função social dos museus, produzindo novas perspectivas de geração de renda pautadas em produtos e serviços, que aproveitem potencialidades, saberes e fazeres, nesse sentido criando Fundo Setorial de Museus em âmbito Federal, Estadual, Municipal e Distrital voltado para entidades governamentais e não governamentais, a fim de garantir a sustentabilidade de seus planos museológicos, plurianuais e destacando a manutenção dessas instituições.

Eixo 5 – Gestão e Institucionalidade da Cultura

Garantir a continuidade da Política Nacional de Museus e a implantação do Estatuto de Museus, respeitando a diversidade regional, com a ampliação dos investimentos na área.

Anúncios

Comentários desativados em Alice Bemvenuti comenta: Pré-Conferência de Museus e Memória

Arquivado em Notícias

Os comentários estão desativados.