Síntese da II Conferência Nacional da Cultura realizad a em Brasília -11 a 14-03-2010

A II Conferência Nacional da Cultura realizada de 11 a 14 de março de 2010, em Brasília, contou com a participação de 33 Delegados do Rio Grande do Sul eleitos na Conferência Estadual e ainda com a representação como delegada setorial de Museus de Alice Bemvenuti e como convidada a Coordenadora do SEM/RS, Simone Flores Monteiro.

A Conferência aprovou as estratégias das Setoriais, o que significa que as propostas do Setor Museus e Memórias construídas durante a Pré-Conferência do Setor Museus e Memórias nos cinco eixos foram aprovadas (Abaixo): Pré-Conferência de Museus e Memórias Estratégias aprovadas:

Eixo 1 – Produção Simbólica e Diversidade Cultural Assegurar o registro e a valorização da memória dos diferentes grupos sociais, fortalecendo e garantindo a manutenção dos museus, espaços e centros culturais, com ênfase em comunidades menos favorecidas.

Eixo 2 – Cultura, Cidade e Cidadania Ampliar, qualificar e melhorar o investimento nos quadros de profissionais da ação educativa e do serviço sociocultural dos museus e demais espaços de memória.

Eixo 3 – Cultura e Desenvolvimento Sustentável Promover políticas públicas que garantam a gestão museal e o acesso a mecanismos de fomento e financiamento direcionados para a diversidade e o patrimônio cultural, os direitos humanos e a cidadania, integrando a economia, a museologia, a educação, a arte, o turismo e a ciência e tecnologia, visando ao desenvolvimento local e regional, bem como à sustentabilidade cultural e ambiental.

Eixo 4 – Cultura e Economia Criativa Fomentar a relação museu-comunidade, considerando a função social dos museus, produzindo novas perspectivas de geração de renda pautadas em produtos e serviços, que aproveitem potencialidades, saberes e fazeres, nesse sentido criando Fundo Setorial de Museus em âmbito Federal, Estadual, Municipal e Distrital voltado para entidades governamentais e não governamentais, a fim de garantir a sustentabilidade de seus planos museológicos, plurianuais e destacando a manutenção dessas instituições.

Eixo 5 – Gestão e Institucionalidade da Cultura Garantir a continuidade da Política Nacional de Museus e a implantação do Estatuto de Museus, respeitando a diversidade regional, com a ampliação dos investimentos na área.

E ainda foi aprovada e priorizada na II Conferência, no eixo 2: Cultura, Cidade e cidadania, sub-eixo 2.2: Propiciar condições plenas de funcionamento ao Ibram de modo a garantir com sua atuação, que os museus brasileiros sejam comsolidados como territórios de salvaguarda e difusão de valores democráticos e de cidadania, colocadas a serviço da sociedade com o objetivo de propiciar o fortalecimento e a manifestação das identidades, a percepção crítica e reflexiva da realidade, a produção de conhecimento, a promoção da dignidade humana e oportunidades de lazer.

A Plenária da II Conferência Nacional aprovou a Moção de Apoio a criação do Fundo Setorial de Museus.

Anúncios

Comentários desativados em Síntese da II Conferência Nacional da Cultura realizad a em Brasília -11 a 14-03-2010

Arquivado em Notícias

Os comentários estão desativados.